Septoplastia

Qual a importância do desvio de septo?

Muitos casos de obstrução nasal crônica que não respondem ao tratamento clínico têm associação com os desvios do septo nasal. Este tipo de alteração da anatomia interna do nariz leva à dificuldade na passagem do ar por uma ou ambas fossas nasais. Este defeito do septo nasal, quando identificado como causa dos sintomas do paciente, pode ser corrigido cirurgicamente através da septoplastia.

 

Como é feita esta cirurgia?

A septoplastia é feita com intuito de retirar as áreas ósseas e cartilaginosas em que o septo encontra-se desviado, tornando-o centrado. Existem diversas técnicas atualmente realizadas, e normalmente são escolhidas de forma a adequar-se ao tipo de desvio do paciente em questão. Pode-se lançar mão do uso de endoscópios para melhor visualização do campo operatório

 

Sentimos dor durante a operação?

Apesar de serem cirurgias consideradas de curta duração, atualmente a maioria das septoplastias são realizadas sob anestesia geral, de forma que o paciente permanece “dormindo”, sem sentir dor ou recordar-se da cirurgia. Em casos indicados, este procedimento é associado à turbinectomia (ressecção das conchas nasais) para proporcionar maior facilidade à passagem do ar.

 

Estamos preparados para explicar os riscos e benefícios dessa cirurgia, assim como a forma mais segura possível de realizá-la.

Confira as nossas orientações pré operatórias: Clicando Aqui